A “thatgamecompany”, desenvolvedora de jogos para playstation que ganhou inúmeros prêmios com títulos como “Flow” e “Flower”, lançou outro jogo que desafia as convenções de jogos tradicionais.

Com Journey, a thatgamecompany continua sua tradição de entregar jogos simples, ricos em ambientes interativos que convidam jogadores a explorar e experienciar acordes emocionais que ainda são incomuns nos videogames.

Uma aventura exótica com um tom mais sério, “Journey” apresenta uma visão única de uma experiência de aventura online. Acordando em um mundo desconhecido, o jogador caminha, desliza, e voa através de um vasto e inspirador cenário, enquanto descobre a história de uma antiga, misteriosa civilização ao longo do caminho.

Quando eles falam sobre seus jogos, Jenova Chen e Kellee Santiago frequentemente expressam a vontade em despertar emoções positivas em seus jogadores, emoções que eles não sentem em outros tipos de jogos. Não é exatamente esta sensação de prazer e vitalidade que eles buscam? Sim, definitivamente. Mas também é a emoção de todas as vitórias, e a vertigem de todas as derrotas. Suas jornadas não tem sido criar resultados, e sim criar um estilo, uma estética que define a experiência sem a necessidade de aforismos. Ao invés: a areia e as ruínas. O vento e o tecido. O silêncio de uma mitologia criptográfica. A vertigem da brisa, o sibilar das dunas.

Quando perguntaram a Jenova Chen o que ele aprendeu ao criar “Journey”, a resposta foi de que basicamente ele descobrira algumas possíveis verdades sobre a inter-relação entre moralidade e os sistemas em que ela opera.

“A maior lição que aprendi é que o comportamento humano pode parecer moralmente errado, mas não é uma falha; eles estão apenas seguindo seus instintos. É o designer que cria o sistema que tem a responsabilidade de moderar o comportamento desejado. Provendo feedback para as coisas que você quer ver e não dando nenhum feedback para as coisas que você não quer ver, dessa forma você é capaz de controlar o valor moral de um jogo…É realmente o sistema que está definindo o comportamento das pessoas, ao invés da pessoa ter este ou aquele comportamento.”

Traduzido por Sunami Chun